quarta-feira, 20 de agosto de 2014

DF: Saúde Caixa e saúde do trabalhador abrem debate específico da campanha salarial 2014 na Caixa

Reunião acontece nesta quinta-feira (21), das 10h às 13h, em Brasilia (DF) - Hotel San Marino. Um dos pontos em destaque é a luta pelo fim do assédio moral e sexual e de todas as formas de violência organizacional

Saúde Caixa e saúde do trabalhador marcam a primeira negociação específica da campanha salarial 2014 entre o Comando Nacional dos Bancários, representado pela Contraf/CUT – CEE/Caixa, e a Caixa Econômica Federal. Será nesta quinta-feira, dia 21 de agosto, das 10h às 13h, em Brasília (DF) – Hotel San Marco.

Essa pauta específica será negociada concomitantemente com a Caixa na campanha salarial deste ano, conforme estratégia aprovada na 16ª Conferência Nacional dos Bancários, realizada no fim de julho, em Atibaia (SP). O combate ao assédio moral e sexual é uma das principais reivindicações específicas.

A luta é pelo fim de todas as formas de violência organizacional no âmbito da Caixa. Nesse particular, a coordenadora da Comissão Executiva dos Empregados (CEE/Caixa), Fabiana Matheus, esclarece que o movimento nacional dos empregados defende, entre outras medidas, a adoção de punição normativa aos gestores e demais empregados que pratiquem, comprovadamente, qualquer forma de violência moral contra colegas, subordinados e demais pessoas.

Para prevenir os casos de assédio moral e sexual, além de outras situações de violência no ambiente de trabalho, a Contraf/CUT – CEE/Caixa defende a realização obrigatória de avaliação psicológica do empregado por profissional de sua escolha. Para Fabiana Matheus, que também é diretora de Administração e Finanças da Fenae, a luta pelo fim do assédio moral e sexual tem relação direta com a melhoria das condições de trabalho. Um dos principais desafios é avançar nesse quesito. “Queremos uma Caixa cada vez mais pública, que seja referência no respeito ao cliente/usuário e na relação com seus empregados. Para isso, é fundamental que se acabe com o assédio moral e sexual e que se garanta o pagamento das horas extras e a contratação de mais empregados”, complementa a coordenada da CEE/Caixa.

Reunião preparatória

Os membros da CEE/Caixa – Contraf/CUT farão uma reunião preparatória no dia anterior ao da negociação, 20 de agosto, a partir das 17h30, na sede da Fenae, em Brasília.

(fonte, acesso em 20/08/2014)

Nenhum comentário:

Postar um comentário