sábado, 30 de agosto de 2014

RS: Em palestra na CIC, especialista define assédio moral no trabalho

A natureza dos ataques e o perfil do agressor e da vítima que sofre assédio moral no ambiente de trabalho foram alvo da apresentação da especialista na matéria Rosemari Pedrotti de Ávila, durante o Café com Informação de agosto. O evento foi promovido pelo Conselho da Empresária da Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul (CIC), nesta quinta-feira (28).

Segundo Rosemari ataques psicológicos reiterados, abusivos e intencionais, com a finalidade de humilhação e até exclusão do trabalhador da empresa, caracteriza o assédio moral. É quando a vítima tem seu amor próprio e sua autoestima reduzida por atos danosos e prejudiciais à sua saúde mental. Ela também deixou claro que situações de stress, conflitos entre iguais hierarquicamente, superiores que tratam todos os empregados com mau-humor ou de forma desrespeitosa, agressões pontuais, más condições de trabalho, imposições profissionais e assédio sexual não configuram assédio moral.

Ainda de acordo com a especialista, a empresa tem papel fundamental para coibir que o assédio se instale e para evitar processos judiciais. "A legislação é deficiente, mas o assédio moral não está sem tutela da lei", afirmou Rosemari.

(fonte, acesso em 30/08/2014)

Nenhum comentário:

Postar um comentário