quinta-feira, 11 de setembro de 2014

MG: PMU quer informações do Sindemu sobre suposto assédio moral

No sentido de investigar com profundidade denúncias do Sindemu sobre suposto assédio moral, a Secretaria de Educação e Cultura (Semec) encaminhou correspondência à entidade sindical visando obter informações para a tomada de providências.

Segundo a secretária Silvana Elias, as denúncias devem ser apuradas, pois assédio moral não condiz com a postura do atual governo. “É preciso investigar essa questão, pois não agimos desse modo. Se é verdade, queremos saber quem está agindo assim. Uma situação como essa prejudica a imagem da Secretaria como um todo. Aqui tem profissionais comprometidos com a educação do município e não vamos permitir que desvirtuem o caminho que estamos seguindo, que é o da ética, do respeito e do trabalho”, declarou. 

Elias ressalta que o Sindemu encaminhou a demanda à prefeitura, pontuando a situação, mas com informações genéricas, sem citar nomes, tanto das supostas vítimas como dos denunciantes. Dessa maneira, a secretária entende que as informações são insuficientes para que uma apuração ocorra, visto que os termos usados no documento dizem respeito a “supostos servidores que estão sendo perseguidos por supostos chefes”. 

Para Silvana, é preciso assegurar um diálogo transparente e esclarecer os fatos, pois não há como apurar uma ocorrência desse tipo sem o mínimo de informação. “A educação no município tem melhorado a olhos vistos. Não tenho dúvida disso. E grande parte da responsabilidade por essa boa avaliação é dos servidores da Semec. Se tem algum problema, é necessário cortar o mal pela raiz e espero contar com a ajuda do Sindemu para podermos investigar essas denúncias. Por outro lado, queremos que o Sindicato compreenda que não podemos aceitar denúncias vazias e genéricas”, finalizou. 

(fonte, acesso em 11/09/2014)

Nenhum comentário:

Postar um comentário