quinta-feira, 4 de setembro de 2014

MT: Acusado de assédio sexual e tentativa de agressão, servidor do Indea é afastado por 60 dias

O Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea) determinou o afastamento de um servidor do órgão, um agente fiscal acusado de assédio sexual, pelo período de 60 dias, sem prejuízo financeiro. A publicação consta em Diário Oficial do Estado (DOE) que circula com data de terça-feira (2). 

De acordo com a publicação, o agente fiscal, lotado no município de Querência, “em tese, teria cometido assédio sexual a uma servidora e, em tese, proferido palavras de baixo calão na presença de outros servidores, e, em tese tentado agredi-la fisicamente, em tese, sendo impedido por outro servidor, e, em tese estar desestabilizando o ambiente de trabalho”.

A medida cautelar poderá ser prorrogável, somente uma vez, em até mais 60 (sessenta) dias, a fim de que não venha influir na apuração das irregularidades. O servidor deverá ficar a disposição do escritório local da Empaer, em Querência, devendo cumprir integralmente seu horário de trabalho neste local.

A condução de Processo Administrativo Disciplinar (PAD) será realizada por três servidores e as atividades irão iniciar no prazo de 10 (dez) a partir da publicação em Diário Oficial do Estado, devendo a conclusão ocorrer no prazo de 60 dias a contar da citação do servidor acusado, admitido sua prorrogação por igual prazo.

Assim a Portaria, a presidente do Instituto de Defesa Agropecuária (Indea), Maria Auxiliadora Diniz e o secretário auditor geral do Estado, José Alves Pereira Filho. 

(fonte, acesso em 04/09/2014)

Nenhum comentário:

Postar um comentário