sexta-feira, 19 de setembro de 2014

SP: Servidores da saúde denunciam assédio moral em Peruíbe

Denúncias de assédio moral a servidores da saúde serão encaminhadas à Prefeitura de Peruíbe nesta sexta-feira (19). O documento foi elaborado após assembleia realizada com cerca de 120 trabalhadores do setor, na noite desta quinta (18). O encontro foi realizado em frente à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Município. 

De A Tribuna On-line

De acordo com informações do presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público Municipal de Peruíbe (Sintrape), Alexander Munuera, na assembleia, além das denúncias de assédio moral, outros pontos foram levantados pelos trabalhadores. “Os servidores estão questionando os 15 cargos de enfermeiro por RPA (registro profissional autônomo), uma vez que há um concurso público em vigência”.

Segundo o sindicalista, a Administração Municipal alega contenção de despesas, porém está mantendo estes funcionários no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). “O último concurso público para essa função foi realizado em 2012. Ele venceria este ano, mas foi prorrogado por mais dois anos”.

Com a entrega do documento formalizando todas as queixas dos servidores, Munuera espera que a Prefeitura tome providências imediatas. “Caso nenhuma medida seja adotada, convocaremos uma assembleia para definir os futuros atos da categoria, que podem ser, desde uma manifestação, até a realização de uma paralisação no setor”.

Mais cedo, em nota, a Prefeitura de Peruíbe informou não ter sido formalizada qualquer comunicação sobre eventual assédio moral a funcionários da UPA.

(fonte, acesso em 19/09/2014)

Nenhum comentário:

Postar um comentário