terça-feira, 7 de outubro de 2014

BA: Trabalhadores da construção pesada da Bahia realizam seminário sobre saúde e segurança

Realizado pelo Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias de Construção de Estradas, Pavimentação e Obras de Terraplenagem (Sintepav-BA), através da Secretaria de Saúde Ocupacional, Higiene e Segurança do Trabalho e do Departamento de Segurança e Saúde do Trabalho (DSST), a Fundacentro/BA participou do 6º Seminário de Saúde e Segurança dos trabalhadores da Indústria da Construção Pesada, realizado nos dias 18 e 19 de setembro na Bahia (BA).

Sintepav-BA por Mundo Sindical

O evento contou com mais de 500 participantes e foi direcionado para os profissionais de segurança e medicina do trabalho, cipeiros, higienista, recursos humanos, dirigentes sindicais, entre outros profissionais da área, além de representantes do governo, empresários e o movimento sindical.

Daniel Martins da Silva Junior, chefe substituto da Fundacentro/BA, participou da mesa de abertura lembrando que o Seminário é uma ação a ser seguida por outros sindicatos para auxilia na diminuição de acidentes do trabalho. “Esses encontros educativos sobre SST possibilitam a criação de ações para a solução de redução de acidentes”, reforçou.

“A Importância da Identificação e Prevenção dos Riscos Ambientais no Local de Trabalho”, tema da palestra do engenheiro de segurança do trabalho, tecnologista da Fundacentro/BA, Marcos Paiva Matos, trouxe para os trabalhadores entendimento sobre a disseminação do conhecimento ali adquirido no seu local de trabalho. Para o tecnologista, o trabalhador deve fazer parte das informações e discussões sobre medidas de controle de risco. “Ganhamos assim mais um agente multiplicador” completou.

Sobre o mesmo tema, medidas de controle de risco, Robson Rodrigues da Silva, engenheiro de segurança do trabalho, tecnologista da Fundacentro/BA, salientou que o encontrou ajudou a orientar os profissionais que atuam diretamente no local de trabalho. “Esse grupo terá a tarefa de fazer com que os temas debatidos nesses dois dias de evento cheguem até os canteiros de obras”.

Outro tema abordado durante a palestra foi “A Cipa como espaço de luta por saúde e segurança”. O tecnologista da Fundacentro/PE, José Hélio Lopes, trouxe a discussão da atuação dos cipeiros e da participação dos mesmos no seminário. “Os cipeiros têm o direito de saber e a necessidade de conhecer”, destacou Helio. Para ele debater um tema que está na agenda diária dos sindicatos, promove conhecimento e experiência.

Outros temas debatidos no Seminário foram: “Espaços Confinados: como proceder de forma segura!”, “Medidas de Segurança para Trabalho em Altura”, “A Flexibilização da Jornada de Trabalho e seus Reflexos na Saúde do Trabalhador (a)” e o “Desgaste Mental do Trabalhador e os Transtornos Mentais no Trabalho Precarizado”.

No segundo dia do evento, foram abordados os temas “Nexo Técnico Epidemiológico Previdenciário – NTEP/Fator Acidentário de Prevenção – FAP”, “Assedio Moral e Sexual nas Relações de Trabalho”, “Ações do MTE nas Obras da Construção Pesada da Bahia” e a “A Cipa como Espaço de Luta por Saúde e Segurança”.

O seminário chega a sua sexta edição fortalecendo a discussão entre agentes sociais e econômicos que atuam no mundo do trabalho, promovendo a atualização e integração de entidades sindicais e trabalhadores e o diálogo social com as empresas.

O Seminário foi realizado no Hotel Pestana em Salvador/BA.

(fonte, acesso em 07/10/2014)

Nenhum comentário:

Postar um comentário