quinta-feira, 26 de março de 2015

AL: Servidores do HGE prestam homenagem enfermeira morta

Servidores do Hospital Geral do Estado (HGE) em Maceió, com apoio do Sindicato dos Trabalhadores em Seguridade Social (Sindprev-AL), realizam , na manhã desta quarta-feira (25), um ato em homenagem a auxiliar de enfermagem Agnilza Maria Silva, de 67 anos, que morreu vítima de um infarto fulminante no alojamento do hospital.

Por PrimeiraEdição

As circunstâncias do que aconteceu ainda não foram totalmente esclarecidas. Colegas e familiares da servidora pública, que exercia sua função há 35 anos no HGE, acreditam que a vítima sofria assédio moral no ambiente de trabalho, o que teria agravado seu problema de saúde.

Confira, na integra, a nota divulgada pelo Sindprev-AL:

O SINDPREV, vem prestar homenagem a servidora pública e filiada deste sindicato, Agnilza Maria Silva, que dedicadamente trabalhou no HGE durante 35 anos até o ultimo dia de sua vida. Faleceu tal qual uma guerreira em batalha, ferida, machucada, porém firme até desfalecer no dia do seu plantão.

Mesmo triste e magoada nos seus últimos dias de vida, Agnilza Maria Silva fez questão de trabalhar, demonstrando elevado espírito público e solidez de propósitos. Ela tinha se queixado a vários colegas de um possível assédio moral, sofrido dentro do HGE.

Querida Agnilza, sua partida nos deixou um legado, faremos o necessário para que outros trabalhadores (as) não sofram qualquer tipo de assédio moral, nem sejam oprimidos.

O SINDPREV-AL vai continuar vigilante quanto aos direitos dos/as seus/as associados/as, inclusive e, principalmente, quando o caso tenha a ver com perseguição ou outro tipo de assédio moral. Vamos denunciar. É preciso que os trabalhadores não se calem diante de qualquer tipo de agressão moral. Estamos à disposição de todos/as que nos procurarem para buscar os meios necessários para lutarmos por nossos direitos.

Sejamos fortes nesse momento de dor. Reafirmamos aqui a bandeira da solidariedade entre os/as trabalhadores/a. Nossas condolências à família de Agnilza Maria Silva.

(fonte, acesso em 26/03/2015)

Nenhum comentário:

Postar um comentário