segunda-feira, 23 de março de 2015

DF: PGT recebe relatórios do MTE sobre irregularidades em call center

O Ministério Público do Trabalho (MPT) deve formar um grupo de trabalho com procuradores para analisar 26 volumes de relatórios de fiscalizações feitas por auditores do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) na empresa Contax, instalada em Pernambuco, que presta serviços de call center para bancos, telefônicas e TV por assinatura. Nas fiscalizações, foram encontradas várias irregularidades trabalhistas como terceirização ilícita, assédio moral e doenças ocupacionais.

Por Assessoria de Comunicação/Procuradoria-Geral do Trabalho / Olhar Jurídico

Os relatórios foram entregues ao procurador-geral do Trabalho, Luís Camargo, e ao coordenador nacional de Defesa do Meio Ambiente do Trabalho (Codemat), Philippe Gomes Jardim, nesta quinta-feira (19) pelos diretor de Segurança de Saúde no Trabalho, Rinaldo Marinha Costa Lima, e coordenador-geral de Fiscalização e Projetos, Fernando Donato Vasconcelos. 

“Os relatórios estão bem produzidos e mostram irregularidades que prejudicam os trabalhadores como o cumprimento de metas abusivas e até o controle rígido para os empregadores irem ao banheiro”, destacou Phillipe Jardim. 

Os relatórios estão divididos por empresas que contratam a Contax para os serviços: Net (TV por assinatura), as operadoras de telefone Oi e Vivo e os bancos Bradesco, Santander, Itaú e Citibank. O MTE aplicou multas para todas as irregularidades encontradas.

(fonte, acesso em 23/03/2015)

Nenhum comentário:

Postar um comentário