quarta-feira, 29 de abril de 2015

RS: Assédio moral no trabalho é foco de encontro no SITRACOM em Bento

O 7º Encontro da Mulher promovido pelo Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e Mobiliário de Bento Gonçalves (Sitracom) foi realizado na sexta-feira, dia 24. O assédio moral no trabalho foi o tema que norteou o evento que contou com a palestra do advogado Marcelo Garcia e com a explanação da delegada Deise Salton, da Delegacia da Mulher do município.

Por Francine Boijink - Central de Jornalismo da Difusora / Difusora890

Esclarecimentos aos trabalhadores de como o assédio moral se caracteriza, como esse problema no ambiente do trabalho se estende nas relações entre os trabalhadores e a diferenciação do assédio moral em relação a outros casos que se envolve violência psicológica no trabalho estiveram entre os assuntos levantados. O papel do sindicato no enfrentamento a esse problema também esteve em pauta.

A relação do assédio moral no trabalho e do Projeto de Lei 4330, sobre as terceirizações, também foi abordada. De acordo com o presidente do Sitracom, Itajiba Lopes, com a medida, a situação deve priorar. "Se hoje já é difícil, imagina se vão ser criadas empresas de porão. Hoje, a gente vê que a pressão é muito grande sobre esses trabalhadores e, com certeza, com a terceirização vai aumentar o assédio moral", afirma. 

A delegada Deise ainda percebe uma dificuldade das mulheres em denunciarem casos de assédio moral no trabalho. " O importante deste tipo de evento é transmitir para elas que elas têm direitos, que elas têm instituições que podem auxiliar elas, que elas têm onde buscar ajuda", ressalta. A delegada reforça ainda as formas de fazer as denúncias. "Ela deve procurar a delegacia, tanto a Delegacia da Mulher quanto a de Pronto Atendimento, comunicar o fato, fazer o registro, que a situação vai ser investigada. Ela também deve procurar ajuda no seu sindicato que é onde ela vai ter toda a assistência jurídica", ressalta a delegada ao reforçar a importância de buscar ajuda na delegacia e no sindicato.

(fonte, acesso em 29/04/2015)

Nenhum comentário:

Postar um comentário