quarta-feira, 29 de abril de 2015

TV TST: Assistente que sofreu assédio moral por ter engravidado receberá indenização de cooperativa


Uma assistente de atendimento de Porto Alegre vai receber R$ 15 mil de indenização por sofrer assédio moral depois de voltar da licença-maternidade. A estabilidade no emprego para gestantes é garantida por lei, mas em alguns casos, muitas mulheres são rebaixadas de função ao voltar ao trabalho.

(fonte, acesso em 29/04/2015)

Nenhum comentário:

Postar um comentário