sexta-feira, 15 de maio de 2015

PA: Justiça visita Academia Militar para apurar denúncias de assédio moral

A promotoria de Justiça Militar esteve na Academia Militar "Coronel Fontoura", em Belém, na manhã desta quarta-feira (13), para apurar denúncias anônimas de assédio moral, sexual, violação de direitos humanos e precárias condições de trabalho e infraestrutura. Segundo o promotor Armando Brasil, será instaurado Procedimento Investigatório Criminal (PIC) para apurar os fatos. A Polícia Militar informa que aguarda comunicação formal do Ministério Público Militar para a manifestação e adoção de medidas julgadas cabíveis.

Por G1 PA - Foto Divulgação/MPM

A inspeção do MPM foi acompanhada do deputado Soldado Tércio (Pros), que integra a comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Estado (Alepa). O promotor solicitou, após a visita aos cômodos, o recolhimento imediato de alguns objetos, como colchões velhos que foram encontrados nos locais destinados ao descanso de PMs. Ele proibiu ainda que policiais militares pernoitem em condições insalubres e ou inóspitas.

A denúncia foi feita por cadetes da PM e dirigida ao deputado estadual soldado Tércio, que acionou o MPM.

(fonte, acesso em 15/05/2015)

Nenhum comentário:

Postar um comentário