segunda-feira, 17 de agosto de 2015

PB: Audiência Pública discute Assédio Moral na Enfermagem

Assédio moral foi tema de audiência pública realizada nesta quinta-feira (13/8), em João Pessoa, pelo Conselho Regional de Enfermagem da Paraíba (Coren – PB) e pelo Cofen. “A questão do assédio moral foi tema recorrente na pesquisa Perfil da Enfermagem”, ressaltou o presidente do Cofen, Manoel Neri, na abertura da audiência. Agressões verbais e até físicas no local de trabalho são parte do cotidiano de grande parte dos enfermeiros, técnicos e auxiliares de Enfermagem, resultando em forte desgaste profissional, relatado por 67% dos entrevistados.

Por Ascom Cofen

O assédio moral é definido como a exposição do trabalhador, no exercício de suas atividades profissionais, a situações que envolvam humilhação, constrangimento e discriminação, de forma repetitiva e por período prolongado. “Críticas públicas ao trabalho da vítima, instruções confusas, privação do acesso aos instrumentos de trabalho e até retenção de documentos são parte da estratégia para corroer a confiança do trabalhador”, explica a enfermeira Solange Costa, professora titular da Universidade Federal da Paraíba e palestrante na audiência.

Romper o silêncio e reconhecer o assédio moral, distinguindo-o de outras tensões no trabalho, é fundamental para coibir a prática. Esse reconhecimento é o primeiro passo para que o profissional possa reunir documentos e testemunhas que comprovem a perseguição. O assédio moral é expressamente vedado pelo Código de Ética da Enfermagem (cap 1, secção IV, art. 78). A violência em local de trabalho será tema de mesa-redonda durante o 18º Congresso Brasileiro dos Conselhos de Enfermagem (18ºCBCENF), realizado em João Pessoa, de 15 a 18/9.

O público participou ativamente do debate, relatando experiências e estratégias para combater o assédio. “A Enfermagem só vai crescer quando deixarmos de ter medo”, afirmou a enfermeira Valdeci Pereira, sobrevivente de assédio moral. “O agressor nunca faz só vítima; precisamos nos unir”.

(fonte, acesso em 17/08/2015)

Nenhum comentário:

Postar um comentário