sexta-feira, 28 de agosto de 2015

SC: Bancários de Blumenau paralisam agências do Itaú contra assédio moral

O Sindicato dos Bancários de Blumenau paralisou três agências do Itaú, no centro da cidade, nesta quarta-feira (26), em protesto contra a prática de assédio moral. Dirigentes sindicais e funcionários participam de atos em frente às agências, que permanecerão fechadas até as 16 horas.

Por ContrafCUT / Seeb Blumenau

Os bancários denunciam que estão sendo forçados a extrapolarem a jornada de trabalho, reduzir o horário de almoço e a tirar férias reduzidas de somente 20 dias. O assédio moral para o cumprimento de metas tem levado muitos funcionários a se afastarem do ambiente de trabalho para tratamento psicológico.

"O gerente regional vem assediando moralmente os empregados para o cumprimento de metas, para o banco lucrar cada vez mais em cima dos clientes. O Itaú não respeita os funcionários e nem os seus correntistas, porque provoca o adoecimento dos seus trabalhadores e, consequentemente, faz com que os clientes fiquem também prejudicados, pela falta de qualidade no atendimento, pela falta de empregados", informa o diretor de Comunicação do Sindicato, Marcos Tullio.

O número de afastados por assédio moral e doenças adquiridas no ambiente de trabalho é grande e o Itaú é recordista em Blumenau, prejudicando o atendimento aos clientes e usuários. O Tribunal Regional do Trabalho multou o banco em R$ 20,8 milhões por exigir que empregados extrapolassem a jornada de trabalho, reduzissem o horário de almoço, e não pudessem tirar férias de 30 dias.

O Sindicato dos Bancários de Blumenau está distribuindo panfletos à população indicando canais de comunicação, como o telefone 145, do banco central, para que sejam encaminhas reclamações sobre o banco e para pressionar o Itaú a cumprir da legislação trabalhista e acabar com o assédio moral. 

(fonte, acesso em 28/08/2015)

Nenhum comentário:

Postar um comentário