terça-feira, 1 de setembro de 2015

MT: Dia do Bancário: procurador ministra palestra sobre assédio moral

Nesta quinta-feira, 28 de agosto, comemora-se o Dia Nacional dos Bancários. A data presta uma homenagem a trabalhadores de São Paulo que, em 1951, fizeram uma grande assembleia e iniciaram uma paralisação para reivindicar reajuste salarial de 40% e adicional por tempo de serviço.

Por Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso (MPT-MT)

Embora bancários de outros estados tenham aceitado acordo proposto pelos bancos, os paulistas optaram pela greve, que durou 69 dias. Em 5 de novembro, a Justiça concedeu reajuste de 31%, pondo fim à paralisação. Desde então, a resistência e a força dos bancários tornaram-se um exemplo.

A data foi instituída oficialmente 13 anos depois, pela Lei 4.368, de 23 de julho de 1964.

Palestra

No Dia do Bancário, o procurador do Trabalho Leomar Daroncho ministrou palestra para cerca de 100 empregados da Caixa Econômica Federal. Apesar de tratar-se de evento relativo à Semana de Prevenção a Acidentes de Trabalho, o tema da apresentação foi assédio moral.

De acordo com o procurador, o setor bancário vive um contexto marcado por denúncias constantes de assédio moral organizacional e por afastamentos relacionados a problemas de saúde. A pressão por metas abusivas é vista por dois em cada três bancários brasileiros como o principal problema enfrentado pela categoria em pesquisa realizada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf) em 2013, que teve a participação de 37 mil trabalhadores do setor.

(fonte, acesso em 01/09/2015)

Nenhum comentário:

Postar um comentário