terça-feira, 22 de setembro de 2015

RN: Servidores do Ministério Público querem frear assédio moral sofrido por promotores

Servidores do Ministério Público de todo o Brasil se reúnem nesta quinta e sexta-feira em Natal, na Assembleia Legislativa, para discutir alternativas ao assédio moral que muitos deles sofrem com promotores e procuradores.

Por Redação PortalNoAr

Do XVI Encontro da Associação Nacional dos Servidores do Ministério Público (Ansemp), espera-se que saia um documento a ser encaminhado ao Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) para que medidas sejam adotadas sobre o assunto.

Presidente do Sindicato dos Servidores do MP no RN (Sindsemp), Aldo Clemente, relata que já recebeu 10 denúncias de assédio moral, tendo a maioria partido de promotorias do interior do Estado.

“No entanto, na hora de acionar a corregedoria, o servidor tem medo de ser retaliado e perseguido. Não posso agir sem a permissão do servidor”, explicou o presidente do sindicato.

Ainda de acordo com Aldo, em uma reunião com o procurador-geral de Justiça, Rinaldo Reis, o assunto chegou a ser discutido. “Na ocasião, ele disse que estava disponível para ajudar, no sentido de que o promotor que cometesse assédio deveria responder admnistrativamente”, informou Aldo.

“Mas a gente convidou tanto Rinaldo como seu adjunto para esse encontro. Eles não vieram nem mandaram representantes. Deve ser o assunto, né? Mas a Corregedoria do MPRN está aqui e vamos conjuntamente pensar num projeto para enviar à Assembleia Legislativa”, concluiu o presidente do Sindsemp.

(fonte, acesso em 22/06/2015)

Nenhum comentário:

Postar um comentário