quarta-feira, 9 de setembro de 2015

SP: Ato denuncia assédio moral no Santander

No ato, realizado na quinta-feira 3, os representantes dos trabalhadores falaram sobre as recorrentes denúncias que recebem contra esta superintendência regional. De acordo com o dirigente sindical Marcelo Sá, os bancários reclamam que sofrem humilhações, cobranças abusivas e que são constrangidos em público.

Por Felipe Rousselet / SP Bancários

“Já tivemos uma primeira conversa com a superintendência para entender o que estava acontecendo. Porém, após uma breve pausa, voltamos a receber muitas denúncias sobre o assédio moral ao qual os bancários desta região são submetidos. O Sindicato não admite este tipo de conduta desrespeitosa por parte de qualquer gestor e o Santander deve tomar imediatamente as providências necessárias para cessar esta situação abusiva”, diz o dirigente sindical.

“Caso o assédio prossiga, vamos intensificar cada vez mais os protestos em agências subordinadas à Superintendência Regional SP Tatuapé”, enfatiza Marcelo. “Para isso, contamos com a ajuda dos bancários vítimas ou testemunhas deste tipo de situação. É fundamental que denunciem através do canal oficial do Sindicato, um instrumento que garante total anonimato e obriga o banco a responder a denúncia em até 45 dias”, acrescenta.

(fonte, acesso em 08/09/2015)

Nenhum comentário:

Postar um comentário